Dúvidas Frequentes 

Ginecologia Estética

  •  O que é?

A ginecologia estética apresenta soluções que resolvem e atenuam o envelhecimento levando a um melhor aspecto estético, funcional e acrescentando bases de um aprimoramento de autoestima e segurança sexual. Rejuvenescimento genital, biomodulação, redução de volumes, fazem a mulher se sentir como se sentir como se estivesse em plena juventude.

 

HPV

  •  O que é?

O HPV é um vírus que vive na pele e nas mucosas genitais, tais como vulva, vagina, colo do útero e pênis.

Existem exames que identificam o tipo do vírus, e se estes são cancerígenos.

 

  • Como saber se possuo a doença?

O vírus pode ser detectado por meio dos seguintes exames:

ThinPrep
É a evolução do Papanicolau, capaz de rastrear a presença do vírus HPV antes de qualquer modificação na arquitetura das células do colo do útero. Antecipa o diagnostico da doença da doença em vinte anos, dez anos antes do Papanicolau.

Colposcopia

Feito por um aparelho chamado colposcopia, aumento o poder de visão do médico, permitindo identificar lesões.

Biópsia

É a retirada de um pequeno pedaço de tecido para análise.

Captura Hibrida

A captura hibrida consegue diagnosticar a presença do vírus mesmo antes da paciente ter qualquer sintoma.

  • Quais são as formas de tratar HPV?

O laser de CO2 tem como vantagem a destruição das células onde se aloja o vírus do HPV com o mínimo de dano residual e sem afetar a qualidade da pele, estimulando, melhorando e aumento as mitoses (processo de divisão celular).

Existem muitos tratamentos, alguns deles são:

Criocirurgia: CAF – Cirurgia de Alta Frequência; ATA – Ácido Tricloro Acético; Conização e Medicamentos.

 

  • O que faz a mulher se preocupar com a Estética Genital?

A evolução natural do amadurecimento, gravidez, obesidade, anticoncepcionais, nutrição, tabagismo e até constituição genética impõem modificações na genitália feminina.

 

  • Toda mulher pode fazer os procedimentos?

Sim, as questões da genitália apresentam-se em qualquer idade da mulher.

Muitas jovens podem sofrer com aumento dos pequenos ou o aumento do monte de Vênus (Capo de Fusca). Mulheres na faixa de idade de 40 a 60 anos percebem a redução do volume dos grandes lábios, muitas vezes com aspecto envelhecido, murcho ou flácido.

Tratamentos atualmente disponíveis:

  1. Bioplastia genital;
  2. Biomodulação genital;
  3. Peeling genital;
  4. Clareamento Inguinal e vulvar;
  5. Redução da foliculite (Pelos encravados);
  6. Rejuvenescimento genital com laser;
  7. Resurfacing vulvar, Labioplastia;
  8. Vaginoplastia;
  9. Epilação médica genital.

  • Cirurgias realizadas/Cirurgias minimamente invasivas

Todas as técnicas em que se utilize o laser de CO2, Laser de Diodo, Laser Nd YAG, que são ferramentas indispensáveis na realização de labioplastia, resurfacing genital para rejuvenescimento, laserlipólise para redução de gorduras localizadas na área genital. Muitas delas em ambiente ambulatorial com toda segurança e excelentes resultados.

  • A estética ginecológica interfere na vida sexual?

Sim, muitas mulheres tem vergonha de seus parceiros pelas alterações em sua área genital. Criam bloqueios, evitam relações sexuais em ambientes iluminados, deixam de usar roupas mais justas, furtam-se de atividades criativas da sexualidade. Quando resgatam estes parâmetros estéticos e mesmo funcionais, readquirem maior autoestima e melhor segurança na sexualidade e seu poder de sedução, proporcionando uma melhor interação sexual com seu parceiro. O reconhecimento do Ponto G feminino e o tratamento para vaginismo também podem melhor a sexualidade feminina e são uma realidade da estética ginecológica.

Peeling Genital 

  • O que é?

Peeling significa esfoliar, é um procedimento estético que promove a renovação da pele, melhorando a elasticidade, a hidratação e aumentando a produção de colágeno. Várias formulações já são desenvolvidas para aplicações especificamente na área genital.

 

Plástica de Pequenos e Grandes Lábios

  • O que é?

A hipertrofia dos pequenos e grandes lábios podem incomodar a mulher e trazer desconforto na hora de usar jeans mais apertado ou até mesmo o biquíni. Além disso temos o fato de higiene e da prevenção das secreções vaginais (corrimentos). Portanto a técnica cirúrgica foi modificada tornando-se um procedimento minimamente invasivo com vantagem de recuperação e volta das atividades do dia a dia rapidamente.

WhatsApp Fale conosco!